quarta-feira, junho 24, 2009

Origens (video-poesia)

Um comentário:

neo-orkuteiro disse...

Gostei muito, Eloá, do que aui vi, ouvi e li.
Ao som de Clair de Lune, com belas imagens siderais ao fundo, seus versos muito bem escandidos viajam rumo ao infinito, num timing perfeito para uma leitura de degustação.