quinta-feira, agosto 27, 2009

Numa Tarde de Chuva


NUMA TARDE DE CHUVA

Cai uma chuva fina e sonolenta,
dessas que custam...custam...a passar,
e nesta tarde baça e friorenta,
chega até dar preguiça de pensar...

Até minha alma parece cinzenta
- cinzenta e fria... Como versejar
nesta apatia, se o que mais me tenta
é a minha cama, ali, a me chamar?...

Melhor deixar pra lá a poesia
e entre os meus cobertores ir tentar
me aquecer... dormir... talvez sonhar...

- Sonhar com um céu azul de um lindo dia,
onde entre luzes, cores - pelos ares -
revoem versos, rimas e cantares!...

(Eloah Borda-D.A.Reservados)

3 comentários:

ju rigoni disse...

Adorei, Eloah!

Poesia tem seu próprio tempo. É difícil saber quando ela vai brotar... E é certo que mente e espírito tem que estar preparados, alertas, para extrair o melhor desse encontro.

Eloah, espero que você esteja conseguindo vencer as dificuldades com a saúde. Torço por sua plena, e rápida, recuperação.

Bjs e inté!

Anônimo disse...

Tua alma Eloah, tem todas as cores, qualquer cor, até a cor que não há, e colhendo poesia, irradia em rimas ariscas pelos ares, Eloah e seus cantares...
beijo meu,
com carinho
Tonho França

Anna D' Castro disse...

Oi Eloah, há quanto tempo né?
Que agradável surpresa este cantinho tão acolhedor e lindo de viver...
Tenho andado um pouco sumida da internet, pois há mais de 2 anos que mudei de Copa, para um lugar lindo perto da Barra, que é da natureza, com muito verde, um riacho, garças, micos travessos nas janelas, tucanos e outras preciosidades, mas a internet na minha rua não é permitida... então fica complicado. Continuo escrevendo mas o resto é mais dificil. Agora durante um mês, graças a uma amiga ke me emprestou om Modem da Claro, vou estar c/mais facilidade para acessar a internet, vamos ver se consigo (pq nem sempre se consegue acessar) atualizar os meus cantinhos.
Adorei a tua visita e também te visitar... Que trabalho lindo, parabéns!
Beijocas
Anna D'Castro