sábado, abril 25, 2009

Pintando o Amor



PINTANDO O AMOR
(Eloah Borda)

O amor, para mim, tem,
algumas vezes, a cor
de uns olhos ternos, castanhos,
que eu conheço muito bem,
pois é neles que eu encontro,
o luar, a luz do sol
e o brilho das estrelas.
Outras vezes é prateado,
como os cabelos grisalhos,
nos quais, os dedos deslizo,
enquanto lábios ardentes,
cheios de amor e desejo,
unem-se aos meus em um beijo.

O amor, pra mim, tem marcas,
que são as marcas do tempo
no rosto do homem que eu amo,
e eu conheço cada uma
que ali o a vida deixou.

O amor, também tem cheiro
- o seu odor é o de um corpo
que atiça os meus sentidos,
fazendo-me delirar!
E tem, desse mesmo corpo,
também a forma e o calor
- o calor que, algumas vezes,
tão somente me protege
do frio, quando me envolve
em seu abraço e me aquece;
mas outras tantas me abrasa,
me incendeia, me enlouquece.

E ainda tem, esse amor,
o som de uma voz sensual
que é música aos meus ouvidos
quando me está a falar
palavras doces de amor;
ou quando, em certos momentos,
murmura, geme, repete,
entre sons entrecortados,
coisas que não vou contar...

E já está pronto o ”quadro”,
com forma, som, cheiro e cor,
que, com pinceis de ternura
e as tintas da fantasia,
na tela do imaginário,
eu pintei, do meu amor.


Nota: este poema eu fiz há uns quatro anos, para um tópico da comunidade Poetas em Foco (orkut), cujo tema era “Pintando o amor”.

5 comentários:

Cristiane Marino disse...

Oi Eloah!

Tudo bem? Que lindo seu poema...é uma homenagem ao amor dos mais puros, verdadeiros, com cor, som e cheiro que maravilha!
Quanta sensibilidade e criatividade, adorei!

bjinhos

Luísa N. disse...

Oi, Eloah!
Lindo seu poema! Hoje descobri seu blog... Gostei e vou voltar mais vezes.
Um abraço!
Luísa

ju disse...

Eloah, lindo esse poema que fala de amor mexendo com todos os nossos sentidos.

Estou bem enrolada com o trabalho e tenho entrado pouco na net. Só mesmo para atualizar os blogues.

Espero que você já esteja recuperada da cirurgia.

Bjs, querida, e inté!

Lice Soares disse...

Parabéns pelo poema. Muito bom.
Gostaria que me visitasse:
http://otelicesoares.blogspot.com

Thiago Gonzaga disse...

Amor palpável, amor verdadeiro. Muito bom!