segunda-feira, janeiro 26, 2009

Elegias


ELEGIAS

Foi tanto bem-querer, tanta afeição,
tanta admiração, tanto carinho,
que o amor foi se achegando e, de mansinho,
tomou conta de mim, se fez paixão.

E, louca, eu me perdi nos teus caminhos,
e foi tanto sonhar, tanta ilusão,
e tanto o engano, a idealização,
que só vi flores onde havia espinhos....

Porém a realidade impôs-se, e enfim,
arrebatou-me o véu da fantasia
- fez-me te ver como és... Mas, mesmo assim,

meu tolo coração (que ainda é teu),
te chora em versos, compondo elegias,
saudoso da mentira em que viveu...

(Eloah Borda-D.A.Reservados)

3 comentários:

ju disse...

Que lindo, Eloah! Só mesmo uma mestra como você para poetar sobre a paixão com tanta propriedade...

Também tenho entrado muito pouco na net, pois dentre inúmeros problemas ocorridos entre o fim e o início do ano, aconteceu de minha mãe, que já é bem idosa, apresentar alguns problemas de saúde.

Quanto à sua cirurgia, (espero que não seja nada muito complicado, vou ficar aqui torcendo por você. Assim que for possível, dê notícias, viu?

Bjs, querida, e inté!

Laurinha disse...

O coração é tolo. Mais tolo ainda é viver sem amar. Só de sentir, o coração não quer enxergar, e assim se perde em seus puros sentimentos.

Adorei seus versos, e estarei sempre aqui, compartilhando de suas impressões.

Abraços!

Thiago Gonzaga disse...

Uma pérola.